Semente

Quem já não deu por si a recordar um velho Amor? Breve… duradouro… o Amor acaba sempre por deixar uma semente plantada na Alma. A vida prossegue o seu rumo, os sonhos renovam-se ao amanhecer e o sorriso encontra sempre uma boa razão para se erguer ao Mundo – mas a verdade, é que a recordação daquele beijo, daquele olhar único, da emoção trêmula à flor da pele, acompanhar-nos-ão até ao dia em que a Lua se apagar…

Quer queiramos…
Quer não…

• oultimoarcoiris.blog •

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s