Quem ama…

– Que fazes aí sozinho?

Ela supreendeu-o ali sentado, de costas voltadas para o Mundo, num pranto silencioso. Podia sentir-lhe os sofrimentos de perto, como se dos seus se tratassem. Ele voltou-se lentamente e os seus olhos tocaram-se; um brilho delicado vertia daquele olhar como uma gota de orvalho cristalino. Ela tremeu…

– Não estou sozinho.
– Não?..
– Tenho-me a mim, novamente.

Ela esboçou um sorriso único, genuinamente puro; comunicando-lhe a sua compreensão. Afinal, também ela se ganhara a si mesma, recentemente. Sentou-se a seu lado, virando também ela costas ao Mundo. O sorriso dela contagiou-o e ambos deram as mãos, em silêncio, mas dizendo tudo um ao outro.

Seguiu-se o nascer do sol…

…e a sua magia fez o resto.

Quem Ama de verdade respeita, cuida e partilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s